You are currently viewing O profissional é indicado para assumir cargos de liderança em grandes estatais

O profissional é indicado para assumir cargos de liderança em grandes estatais

Na manhã da última segunda-feira, 8, a Petrobras informou que recebeu seis indicações do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia de possíveis membros para compor o conselho de administração. A avaliação, pelos acionistas, será na próxima assembleia geral extraordinária, cuja data ainda não foi marcada.

O governo ainda pode fazer mais duas indicações. Ciente da relevância do posto para o país, o presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Mauro Kreuz, já havia enviado, na semana passada, dia 4, um ofício direcionado ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

No documento, Kreuz reafirma a importância do Administrador em cargos estratégicos como este. “Solicitamos a Vossa Excelência que seja indicado profissional Administrador para o Conselho de Administração da Petrobras que venha a ser sugerido pelo Conselho Federal de Administração”, consta no documento.

A intenção do CFA é poder contribuir com um quadro qualificado e, consequentemente, com a gestão pública no Brasil. A autarquia vem trabalhando com afinco pela profissionalização desta administração e pela “postura ética e profissional da categoria que representa”.

Contribuições     

Ao longo dos últimos anos, o CFA firmou diversas parcerias com órgãos federais, estaduais e municipais em prol do desenvolvimento do país e da boa gestão pública, incentivando a racionalização administrativa nas organizações.

Entre as principais contribuições da autarquia, estão listadas no ofício enviado, o Índice CFA de Governança Municipal (IGM-CFA); a Agenda de Gestão Municipal; o Acordo de Cooperação Técnica firmado com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e; o Guia dos Prefeitos +Brasil.

A redação, assinada por Kreuz, afirma, ainda, que o Brasil é uma das maiores economias do mundo, mas necessita reagir com os instrumentos e recursos que dispõe em busca do desenvolvimento econômico e social para recuperar o conceito de país promissor para os investimentos e seguro para a qualidade de vida de todos.

“Para que isso aconteça, é imperativo que profissionais de todas as categorias, competentes e de conduta ética e ilibada apoiem um projeto de renascimento do Estado e, com isso, beneficiem todos os setores da economia e da sociedade e projetem indicadores de bons resultados. Os profissionais da área da Administração que comemoraram, neste ano, 56 anos da regulamentação da profissão estão preparados para participar e viver essa missão.”

Sistema CFA/CRAs

Composto pelo CFA e pelos 27 Conselhos Regionais de Administração instalados em todas as unidades federativas do país, conta com 390 mil registros ativos, de pessoas físicas e jurídicas. Determina os parâmetros e fiscaliza o exercício profissional, assim como exerce a importante função de promover a ciência da Administração, valorizando as competências profissionais, a sustentabilidade das organizações e o desenvolvimento do país com base na ciência, na tecnologia e nas necessidades das empresas – públicas e privadas – de todos os portes e de diversos ramos de atividades.

Resposta

Na tarde de terça-feira, a chefe do Gabinete Adjunto de Gestão Interna, Aida Iris de Oliveira, respondeu o contato de Kreuz informando que “pela natureza do assunto, o referido documento foi encaminhado à Subchefia para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência da República”.

Elisa Ventura

Assessoria de Comunicação CFA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.