Você está aqui: Página Inicial / Imprensa / Notícias do CRA-TO / Assembleia de Presidentes do CFA teve início na manhã desta quinta, 5.

Assembleia de Presidentes do CFA teve início na manhã desta quinta, 5.

O evento contou com a presença da prefeita Cintia Ribeiro.

 

Com a presença do presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Wagner Siqueira e da prefeita de Palmas, Cintia Ribeiro, teve início na manhã desta quinta-feira, 5, a Assembleia de Presidentes do sistema CFA/CRA’s. Reunidos em um hotel da capital, os 27 representantes dos estados brasileiros discutem até está sexta, 6, assuntos pertinentes à gestão e ao desenvolvimento social e econômico das cidades no âmbito da administração.

A abertura do evento foi feita pelo presidente do CFA Wagner Siqueira que afirmou que, “Palmas com certeza será a cidade do século”. O presidente do Conselho Regional de Administração do Tocantins (CRA-TO), Eugênio Pacceli, anfitrião do evento, acolheu a todos dizendo estar muito orgulhoso de receber a plenária pela segunda vez em Palmas.

Para Pacceli, acolher as pessoas está na cultura da cidade. "Palmas sempre recebeu pessoas de todo o pais inclusive na área produtiva de indústria, empresários e terceiro setor, neste momento não seria diferente e nós nos orgulhamos muito de receber essa assembleia” afirmou.  

Já a prefeita, Cintia Ribeiro, que tem se aproximado do sistema CFA, reforçou que “Uma gestão pública de qualidade requer um planejamento, e o sistema CFA é muito assertivo em realizar essas assembleias que podem discutir o andamento da administração no país e estou aberta a sugestões de melhorias que possam surgir durante o encontro" frisou.

 

Termos de cooperação

Durante a assembleia foram assinados dois termos de cooperação, um entre o CFA/CRA e Banco do Brasil, na ocasião sendo representado pelo Superintendente Regional, Célio Sintras, e o outro entre o sistema CFA e prefeitura de Palmas. O primeiro vai ao encontro da campanha encabeça pelo sistema CFA para a redução dos custos nos boletos registrados, e o segundo, consiste em uma cooperação técnica entre o conselho e o poder municipal que tem como objetivo a implantação do sistema de gestão do CFA para o planejamento estratégico dos serviços municipais de água e esgoto.

 

 

A ideia inicial é capacitar profissionais técnicos que trabalhem a frente desse serviço para que eles possam mapear as condições de saneamento e abastecimento da cidade, afim de que, se tenha meios de melhorar essa distribuição e consequentemente a destinação eficiente dos recursos públicos.  

registrado em: ,
Publicações